voltar

AGOSTO DOURADO: #AMAMENTARFAZBEM

05.08.2019
Aleitamento materno MDS Brasil

Desde 1992, agosto é marcado por ações em prol da amamentação e seus inúmeros benefícios. Não por acaso, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o aleitamento exclusivo até os seis meses de idade, não sendo necessária a introdução de outro tipo de alimento (sucos, chás, água e outros leites). Além disso, o hábito pode ser mantido de maneira complementar até os dois anos. 

A MDS Brasil reuniu informações importantes – recomendadas por órgão como Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e OMS – para ajudar você a fazer parte desse movimento que valoriza a vida e as relações familiares. Fique por dentro das dicas:

  • Colocar o bebê nos seios da mãe para sugar logo nas primeiras horas após o parto

  • Oferecer outro tipo de alimento para o bebê apenas em último caso. Mesmo que ele não consiga sugar, é válido fazer a extração manual do leite e ofertá-lo em copinho;

  • Caso seja necessário oferecer outro tipo de leite ao bebê, dê preferência a usar o copinho e evite outros bicos (mamadeira). Esse ato facilitará para que o bebê volte ao peito;

  • Ofereça o leite materno em livre demanda, ou seja, todas as vezes que a criança chorar, reclamar ou manifestar fome.

 

Os benefícios são muitos:

  • Nutricional: é o melhor e mais completo alimento;

  • Imunológico: protege, principalmente, contra infecções (diarreia e infecções respiratórias) e alergia alimentar;

  • Econômico: é "grátis e produzido naturalmente;

  • Afetivo: fortalece a relação entre mãe e filho;

  • Digestivo: não sobrecarrega os rins e o intestino do bebê;

  • Prático: está sempre pronto e na temperatura certa;

  • Benéfico também para a mãe: ajuda na recuperação pós-parto, auxiliando na redução do tamanho do útero e evitando sangramentos;

  • Risco diminuído: reduz as chances da mãe ter câncer de mama/ovário;

  • Aliado do desenvolvimento infantil: a criança tem um desenvolvimento muito mais saudável.

 

 Quatro Dicas para produzir leite adequadamente:

  • Tenha uma alimentação saudável e bem variada com verduras, legumes, frutas, grãos, carnes, leite e ovos, e não fique longos períodos em jejum;

  • Beba bastante líquido! Recomenda-se, no mínimo, 3 litros por dia;

  • Ofereça o peito toda vez que o bebê solicitar. Oferte sempre os 2 seios em cada mamada, 5 a 15 minutos cada, alternando o seio que der em primeiro lugar – com isso a produção de leite será igual nos 2 seios;

  • Mantenha sempre calma e, na medida do possível, fique longe dos problemas. O fator emocional influencia na produção do leite, por isso, no momento da mamada, escolha um local calmo, uma cadeira confortável, luz adequada e sem muito barulho.


O leite materno é o alimento de ouro!



#MDSBrasil #Amamentação #AleitamentoMaterno #AgostoDourado #DeBemComAVida #Saúde #Health



Fontes:

Organização Mundial da Saúde

Portal De Bem Com a Vida


Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, você está consentindo o seu uso. Saiba mais

Compreendi