voltar

DICA #2 | VENÇA O SEDENTARISMO DENTRO DE CASA E TURBINE A SAÚDE

29.03.2020
Exercícios físicos MDS Brasil COVID19
Você já conferiu as nossas dicas de alimentação para reforçar a saúde e o sistema imunológico, certo? Entretanto, vale lembrar que fazer boas refeições não é a única medida a ser tomada para manter-se saudável, especialmente na atual conjuntura de pandemia e isolamento. 

Além de cuidar do corpo,  é essencial cuidar da mente e driblar um grande mal que assola a sociedade é potencializado em dias de privação de convívio social: os problemas emocionais. Em matéria da Forbes, a psicóloga californiana Kelly Vincent explica que o medo proveniente de situações como a que o mundo está enfrentando atualmente tendem sobrecarregar o sistema nervoso e a parte emocional do cérebro, criando situações de pânico, ansiedade e fadiga – a receita para dias sedentários e retraídos.

Que tal se exercitar e garantir que corpo e mente funcionem em perfeita harmonia, mesmo durante a quarentena? Pesquisas comprovam que, além de favorecer o funcionamento dos órgãos vitais e ajudar a driblar ou controlar doenças crônicas, a prática de exercícios físicos estimula o bem-estar e a auto-estima e até ajuda a liberar serotonina, um hormônio natural do organismo que combate o sentimento de solidão e a depressão. Não por acaso, em uma matéria de seu blog, a Gympass compartilhou resultados de uma pesquisa realizada com mais de 1,2 milhão de adultos americanos acompanhados por quatro anos: ao fim do experimento, aqueles que praticaram alguma atividade reportaram 43% menos "dias mentalmente ruins” por mês em comparação ao público que permaneceu sedentário. Incrível!

Agora que você já tem motivos para quebrar a inércia e se exercitar, que tal conferir algumas dicas que nós da MDS separamos para você? Veja abaixo:


Escolha o seu tipo de atividade

O ato de se exercitar pode ser muito prazeroso. O segredo está em encontrar a atividade que mais tenha a ver com a personalidade e os objetivos de cada um. Qual o seu estilo? Ginástica aeróbica, alongamento, lutas, pilates, funcional, dança, yoga… Estas e outras opções podem proporcionar flexibilidade, queima calórica, tonificação muscular e diversão na medida certa para quem as pratica. Basta descobrir a sua tribo.

A idade também não é obstáculo: pessoas idosas ou com dificuldades de mobilidade podem recorrer a práticas que estimulem a coordenação motora, enquanto as crianças podem gastar suas energias em atividades mais lúdicas e criativas. 


Antes de começar, aquecimento e alongamento

O alongamento deve ser feito antes e depois das atividades para garantir mais flexibilidade e relaxamento e minimizar possíveis dores musculares após os exercícios. Já o aquecimento ativa a circulação sanguínea e diminuindo o risco de lesões.


Vista-se adequadamente

Jeans, sarja e outros tecidos pouco flexíveis e respiráveis dificultam a execução de qualquer movimento, mesmo quando praticado entre as quatro paredes da sua residência. Ao fazer atividade física, opte por roupas leves e com certa elasticidade.

Calçados também merecem atenção: exercícios aeróbicos e de alto impacto exigem tênis com solado amortecedor e pisada adequada ao formato dos pés. Já pilates, lutas, danças, yoga, meditação e outras atividades do tipo podem ser praticadas com sapatilhas, meias antiderrapantes, calçados leves ou até mesmo descalço.


Crie uma rotina

Assim como a boa alimentação, as atividades físicas dão mais resultado quando tratadas como hábito. Procure reservar um horário diariamente ou em dias alternados para se movimentar e condicione o seu corpo a ser estimulado progressiva e continuamente.


Academia on demand

O isolamento social tem forçado a sociedade a se adaptar a uma nova dinâmica indoor e, consequentemente, os mercados fitness e de lifestyle têm criado soluções alternativas para atingir o público dentro das casas. Diversas academias, studios e profissionais têm utilizado as ferramentas das redes sociais para criar lives, vídeo aulas, dicas e listas de atividades a fim de manter seus alunos ativos, e sites como o brasileiro Catraca Livre já oferecem uma longa lista de canais com conteúdos voltados para os "atletas de sala de estar”.


Exercitar a mente também é válido

Uma rotina de exercícios não precisa se basear somente em abdominais e alongamentos. Meditação, exercícios de respiração, atividades artísticas como desenho, pintura e até mesmo leitura e jogos de lógica são importantes estímulos cerebrais e, portanto, podem (e devem!) ganhar espaço no dia a dia. 


Respeite os limites do seu corpo

Sair do estágio do sedentarismo direto para os exercícios de alta intensidade ou complexidade não é nada recomendável e pode provocar dores, lesões e até mesmo um cenário adverso: o comprometimento da imunidade. De acordo com o portal De Bem Com a Vida, o limite de cada um de nós está antes do desconforto e das dores, e vale dizer: dores recorrentes ou incomuns são sinal de alerta! Seja gentil consigo mesmo e atento aos sinais do seu corpo.


Estas foram as nossas dicas sobre atividade física! Atreladas aos direcionamentos de bons profissionais, elas podem te ajudar a vencer o desânimo e o sedentarismo e alcançar dias mais ativos, produtivos e saudáveis. Para saber mais, siga-nos no Facebook, LinkedIn e Instagram e  continue a acompanhar a série de conteúdos que preparamos para ajudar você e sua família a superar este momento delicado com assistência e qualidade de vida. 

#MDSBrasil #DeBemComAVida #HomeOffice #Care #Saude #Health #COVID19 #Segurança #VivaComSaude #DicasMDS

Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, você está consentindo o seu uso. Saiba mais

Compreendi