Blog

Vai à Expo ABGR 2019? Confira 5 motivos para visitar o stand da MDS Brasil

A partir de hoje, o Golden Hall do WTC World Trade Center torna-se palco da edição 2019 do maior evento de Gerenciamento de Riscos e Seguros da América Latina – a Expo ABGR.  Organizado em uma superestrutura, o encontro contará com mais de 20 expositores, além de plenárias destinadas a cerca de 20 painéis ministrados por risk managers e líderes de todo o país. A expectativa é reunir cerca de 3 mil visitantes.

Durante os dois dias de evento, a MDS estará entre os expositores com o maior stand de sua história. Além disso, executivos da empresa também compartilharão insights e tendência do setor nos painéis do XIII Seminário Internacional da ABGR. 

Que tal nos fazer esta visita? Confira 5 motivos para não perder esta chance:

  1. Especialistas de plantão

Estamos entre os maiores Brokers do mercado nacional de Energy, Real Estate, Eventos, Papel e Celulose, Varejo, entre outros segmentos. Fale com o nosso Vice-presidente de Riscos Corporativos e Resseguro, Thiago Tristão, e sua equipe para agregar nossas soluções taylor made ao seu negócio!

  1. Quiz exclusivo

Responda a um quiz exclusivo com perguntas sobre a empresa e concorra a brindes. Aqui, o único risco é não participar!

  1. Vamos tomar um café?

Qualquer papo sobre negócios fica melhor e mais prazeroso quando acompanhado de um cafezinho. Em nosso stand, você é convidado a degustar as delícias oferecidas pela nossa parceria com o Octávio Café.

  1. Um bom vinho para encerrar

Ao final de cada dia, não deixe de degustar um bom vinho português na presença da sommelier Patrícia Brentzel. Ela é formada pela Associação Brasileira de Sommeliers, Escola do Vinho Ciclo das Vinhas e é certificada pelo Wine & Spirit Education Trust níveis 1 e 2. Atuou como sommelière e consultora de vinhos no Wine Bar Prestissimo e importadoras como Vilavinhos, Empório Sorio, Cave Jado e Ravin.

  1. Painéis com nossos executivos

Como forma de reforçar a nossa tradição em Gestão de Risco, líderes da MDS compartilharão vivências e insights ao longo dos principais painéis do XIII Seminário Internacional da ABGR. No dia 12, às 14h, Jorge Luzzi promete trazer à tona importantes reflexões sobre Strategic Risk Management; no mesmo horário, o diretor de Linhas Financeira Leandro Freitas aquecerá as discussões sobre Garantias Contratuais; e por fim, na mesma tarde, às 16h, é a vez de Ariel compartilhar a sua visão sobre o Mercado Brasileiro e Gestão de Riscos. 

No dia 13, às 9h, o diretor de Relacionamento Benefícios Filipe Nicodemos colocará em pauta os Benefícios e Impactos da Reforma da Previdência; e às 10h45, o Vice-Presidente de Saúde e Benefícios Gustavo Quintão entra em cena com a pauta Saúde e Gestão de Riscos. Por fim, no mesmo horário, o gerente de Riscos em Transportes da RCG, Luciano Póvoa encerra a participação do MDS Group no ciclo de apresentações com a abordagem Futuro e Tendências do Setor Logístico.

Nos acompanhe no Facebook, LinkedIn e Instagram para saber todos os detalhes sobre este incrível encontro, e fale conosco para incorporar nossas ferramentas de Gestão de Riscos e Seguros à sua empresa.

NOVEMBRO AZUL

NOVEMBRO AZUL

O Preconceito pode matar

Você sabia?

  • No Brasil, 1 homem morre a cada 38 minutos de Câncer de Próstata (INCA)
  • É o tipo mais comum entre os homens
  • É a causa de morte de 28,6% da população masculina que desenvolve neoplasia maligna

Fique atento aos fatores de risco

  • Idade: Homens acima dos 50 – ou 45 se fizerem parte do grupo de risco – devem ir ao urologista anualmente
  • Histórico familiar: Se algum homem da família já teve câncer de próstata, a chance de desenvolver a doença é maior
  • Etnia: Maior incidência em negros
  • Sobrepeso e obesidade: Homens com sobrepeso ou obesos, além daqueles que fazem abuso de álcool e tabaco, tem mais chance de contrair a doença

Então saiba que:

9 a cada 10 casos desse tipo de câncer, tem cura!

Não deixe sua saúde para depois, a detecção precoce pode salvar a sua vida. Homens a partir de 45 anos devem buscar um médico urologista e fazer os exames preventivos.

Embora seja uma doença comum, por medo ou por desconhecimento muitos homens preferem não conversar sobre esse assunto.

Sinais e sintomas

– Dor ao urinar

– Vontade de urinar com frequência

– Presença de sangue na urina e/ou no sêmen.

A prevenção ao seu alcance:

  • Tenha uma alimentação saudável
  • Mantenha o peso corporal adequado
  • Pratique atividade física
  • Não fume
  • Evite o consumo de bebidas alcoólicas

O Novembro é Azul, mas a conscientização deve durar o ano inteiro!

Prevenir é a melhor escolha!

 

Fontes:

Ministério da Saúde

Instituto Nacional do Câncer

Por que as empresas devem investir em capacitação? Vantagens e opções de mercado

Por que as empresas devem investir em capacitação? Vantagens e opções de mercado

Adaptar-se à nova configuração do mercado de trabalho é uma tarefa cada vez mais desafiadora. Fatores trazidos pela modernização do ambientes corporativos – como transformação digital, mudanças nas normas trabalhistas, novas possibilidades de trabalho remoto, horários flexíveis e outros – têm exigido que os profissionais atuais dominem características e habilidades cada vez mais complexas e multidisciplinares. Em poucas palavras, enquanto funcionários devem ser cada vez mais ágeis, criativos, colaborativos e integrados, espera-se que os líderes sejam cada vez mais acessíveis, flexíveis, atentos, acolhedores, inspiradores, motivadores e muito mais.

Mas embora essas características sejam vistas como fórmulas para a melhora do clima organizacional e da produtividade, é provável que nem todos os funcionários sejam capazes de desenvolvê-las sem contar com o apoio da organização para ter acesso a processos de aprendizagem. E como trazer esse tipo de desenvolvimento para dentro do ambiente corporativo? Os treinamentos, coachings, workshops e programas de orientação executiva entram em ação justamente para atender a essa necessidade. “Geralmente oferecido pelas áreas de Recursos Humanos em parceria com consultorias especializadas, os treinamentos potencializam o que há de melhor em cada funcionário e os levam a descobrir outras aptidões dentro de si mesmos. Esse tipo de iniciativa quebra barreiras, transforma hábitos e auxilia os colaboradores a manterem-se estimulados, produtivos e aderentes às expectativas da organização”, explica o Superintendente de Gestão de Saúde e Placement  da MDS Brasil, Walter Cavichio

Especialista em Gestão de Benefícios, a MDS Brasil está atenta aos resultados comprovados que os treinamentos e capacitações entregam ao mercado. “A companhia enxergou nesses serviços uma forma de trazer completude ao portfólio de Benefícios Corporativos, aumentar a satisfação dos funcionários e a eficiência de departamentos estratégicos, como a área de Recursos Humanos. Por essa razão, a partir de agora, a nossa carteira passa a desfrutar de soluções ainda mais completas, técnica e operacionalmente”, descreve Cavichio. 

Quer conhecer as principais novidades? Confira:

Principais serviços:

Pesquisa de engajamento e benefícios: auxilia as empresas a medirem o nível de pertencimento dos colaboradores, possibilitando fazer manutenção nos aspectos de produtividade, retenção e orgulho de pertencer. A pesquisa também traz ao funcionário maior compreensão sobre sua contribuição para o negócio. No âmbito dos benefícios, é possível analisar o engajamento com os valores investidos, permitindo que a empresa direcione seu orçamento de forma mais eficaz e diminuindo desperdícios. 

Action learning: metodologia para resolução de problemas baseada em premissas como trabalho coletivo, intersecção entre áreas, mapeamento dos problemas, construção conjunta de soluções e desenvolvimento de habilidades de liderança.

Executive Coaching: processo que visa o desenvolvimento do profissional a partir do reconhecimento das competências (técnicas e comportamentais) esperadas pela empresa. Essa solução ajuda o executivo a identificar novas estratégias que impactam positivamente no dia a dia de trabalho em seus hábitos profissionais, melhorando sua produtividade.

Assessment: ferramenta que ajuda as empresas na hora de selecionar, recrutar e avaliar o desempenho dos colaboradores. Além de auxiliar os profissionais na descoberta de seus pontos fortes, o recurso facilita a identificação das áreas que necessitam de atenção para melhora de desempenho.

Mapeamento de competências: metodologia que assessora as empresas na preparação das equipes e contribui para que as atividades operacionais e estratégicas sejam desempenhadas com mais expertise. O método serve como base nas ações de treinamento e desenvolvimento e nas avaliações de desempenho desempenhadas em processos de Talent Review.

Talent Review: plataforma em que é possível ranquear e definir os talentos da empresa e possíveis pontos de desenvolvimento. Além de ser uma aliada para planos de desenvolvimento e feedbacks, esse produto é também um facilitador na hora de traçar planos de retenção e sucessão. 

#Experience: produto focado em preparar a equipe Sênior para uma futura transição de carreira. A solução permite que o processo de transição seja conduzido de forma humanizada para que cada profissional envolvido sinta-se valorizado por toda a contribuição oferecida à empresa durante sua trajetória. 

Treinamentos: customizáveis, os treinamentos são criados e aplicados de acordo com a realidade e a necessidade de cada organização. Organizados na metodologia 70/20/10, os materiais trazem conteúdos leves e didáticos que priorizam a vivência.

Cultura Organizacional: projeto que visa mapear os pontos cruciais da culturas da companhia para orientá-la em direção a uma coesão entre o que é comunicado e o que é praticado internamente.  

Que tal saber mais sobre os resultados e progressos que essas soluções podem agregar ao seu negócio? Fale conosco e não deixe de nos acompanhar no Facebook, LinkedIn e Instagram.

Quais são os desafios do líder global?

Quais são os desafios do líder global?

É essencial ter domínio dos negócios nas diferentes geografias, estratégia para direcionar resultados e habilidade para lidar com várias linguagens

 

Por Beatriz Cabral, head global de Marketing de Performance e Comunicação do MDS Group

Em nossa vida profissional, estamos sempre encarando diferentes desafios. Todo dia. É isso que nos motiva e nos faz querer avançar em nosso propósito de carreira. O mundo global amplia exponencialmente as possibilidades e, ao mesmo tempo, nos impõe novos modelos de trabalho. Diante dessa perspectiva, e prestes a completar um ano de experiência profissional entre dois países, simultaneamente, compartilho lições aprendidas. E estou certa de que ainda há muitas por vir.

Hoje, um verdadeiro líder global vai além de se dividir entre múltiplas geografias: carrega a habilidade de atravessar as barreiras culturais materializadas em diferentes rotinas de trabalho, expectativas de prazo, formatos de entrega, ritmos de comunicação e até visões de mundo. Saber valorizar nacionalidades é apenas mais um aspecto da riqueza que a diversidade traz para o ambiente corporativo e, consequentemente, para os resultados de uma empresa. Mas, ao ser desafiada a estar fisicamente em dois países, foi fundamental para mim cumprir algumas etapas.

 A primeira delas foi ser capaz de ver além dos processos existentes para fazer o diagnóstico inicial. Ter olhar cuidadoso, escuta ativa e acolher a visão dos colegas ajuda a identificar os pontos fortes e as prioridades a serem melhoradas. Uma forma de fazer isso foi incentivar que as equipes dos diferentes países — e até das diferentes áreas — tivessem rotinas compartilhadas. Diálogo e trocas de experiências têm sido grandes aliados das soluções criativas.

Ao adotar um modelo mais colaborativo, as equipes mostraram-se mais engajadas e motivadas para a segunda etapa deste processo: o conhecimento mais profundo dos nossos clientes. A proximidade ajuda a trazer a perspectiva para os indivíduos. No marketing human to human, toda companhia é feita por pessoas e para pessoas. A conexão, em seus diversos sentidos, é fundamental.

Assim, a terceira etapa foi para trazer agilidade aos projetos e melhorar a experiência do cliente: aproveitamos o nível já alcançado de colaboração entre as equipes para mapear, mensurar e metrificar os projetos de Marketing desempenhados em ambos os mercados. Como resultado, consolidamos os primeiros relatórios integrados entre Brasil e Portugal. Baseados nos dados extraídos, esses compilados mensais têm nos ajudado a enxergar se as tarefas realizadas pelas equipes são complementares e caminham em direção à estratégia da empresa e ao objetivo comum: a satisfação dos clientes.

Vale dizer que a produção destes relatórios conta com ferramentas facilitadoras, tanto para o líder quanto para o time. Com a distância física, a transparência e a clareza tornam-se grandes ativos. A regra parece paradoxal: estar próximo, mesmo distante. Se no início da década de 2000 o e-mail era uma revolução, hoje, os aplicativos de mensagens e as plataformas em nuvem podem ser catalisadores de relacionamento.

A tecnologia como simplificadora das relações também permite que o líder global atue em várias frentes concomitantemente. Por chamadas de vídeo ou de áudio, é possível estar em reuniões e até dar pequenas orientações ou ter conversas individuais. Tudo isso pode ser encaixado na rotina diária e até entre viagens. Entretanto, embora esta facilidade de comunicação permita interações por meios remotos, o contato pessoal, o diálogo frequente e o olhar humano devem coexistir com as ferramentas.

Em meio a todos esses desafios, o líder global não pode esquecer de si mesmo: sua qualidade de vida está diretamente ligada à produtividade e ao bem-estar da área. Por isso, reservar algum tempo para exercícios físicos, leitura e diversão faz toda a diferença. No meu caso, a Yoga, a corrida e a convivência com amigos de mundos distantes do meu ajudam o processo criativo, a empatia e a busca por soluções para questões diárias. Um indivíduo feliz está mais propenso a inspirar e promover o melhor das pessoas ao seu redor.

Atuar em ambientes diferentes e com equipes diversas caracteriza o atual líder internacional. Mas, muito mais do que o rótulo “global” do título, é essencial ter domínio dos negócios nas diferentes geografias, estratégia para direcionar resultados e habilidade para lidar com várias linguagens. A chave para obter ganhos efetivos é manter sempre a confiança e a centralidade nas pessoas, criando um time com valor único a partir das suas diferenças.

 


Conteúdo publicado em:

  • Meio & Mensagem: https://www.meioemensagem.com.br/home/opiniao/2019/10/17/quais-sao-os-desafios-do-lider-global.html
  • Executive Digest: https://executivedigest.sapo.pt/os-ensinamentos-de-um-lider-global/

 

iFood lança iniciativas de segurança, empreendedorismo, curso profissionalizante e serviços de desconto para entregadores parceiros

iFood lança iniciativas de segurança, empreendedorismo, curso profissionalizante e serviços de desconto para entregadores parceiros

  •       Empresa oferecerá seguro de acidente pessoal para entregadores da Grande São Paulo e, até o final de novembro, estenderá para todo o Brasil
  •       Cursos profissionalizantes, criados em parceria com o SESI São Paulo, serão disponibilizados para os mais de 70 mil entregadores cadastrados no app
  •       iFood Delivery de Vantagens oferece benefícios em diversos serviços e produtos aos entregadores e familiares 

O iFood, foodtech líder da América Latina, lança, neste mês, um programa focado no entregador contemplando diversas iniciativas de valorização para os mais de 72 mil parceiros de entrega que utilizam a plataforma. O programa integrado é inédito no país e traz recursos como seguro acidente pessoal, cursos profissionalizantes, programa de benefícios “iFood Delivery de Vantagens” e o Portal do Entregador.

  “Da mesma forma que trazemos soluções para os clientes e restaurantes, também olhamos para os parceiros de entrega,  que são um dos pilares fundamentais do iFood. Temos uma grande preocupação em manter o ecossistema saudável e gerar valor para todos os envolvidos, por isso, desenvolvemos esse pacote de iniciativas que, além do seguro, inclui ações educativas que valorizam e empoderam os entregadores”, explica Roberto Gandolfo, Diretor de Logística do iFood.

Seguro de acidente pessoal

Em outubro, o iFood, passará a oferecer aos entregadores da Grande São Paulo o seguro de acidente pessoal em parceria com a MetLife e a MDS. Com isso, os parceiros estarão cobertos enquanto estiverem logados, realizando entregas, sem qualquer custo para eles.

  “Em uma das pesquisas que realizamos recentemente, os entregadores apontaram o seguro como um dos itens prioritários para eles. Com o objetivo de atender a essa demanda e zelar pela segurança, trabalhamos para oferecer um produto que cubra essas necessidades”, explica Roberto.

  Todos os modais utilizados pelos entregadores cadastrados na plataforma serão contemplados e, em caso de acidentes, o seguro cobrirá desde despesas médicas e odontológicas até uma garantia financeira para a família. Até o final de novembro, o produto será disponibilizado em  todas as cidades onde o iFood opera.

  “Proporcionar proteção a milhares de trabalhadores por meio de um produto de seguro de excelência mundial, em parceria com uma das empresas mais inovadoras do mundo, é a comprovação de que estamos fazendo escolhas corretas em contribuir com a transformação do mercado de benefícios. Parcerias importantes, necessárias e pioneiras, como esta com o iFood, vão totalmente ao encontro do nosso propósito de democratizar o acesso ao seguro.”, diz Raphael de Carvalho, CEO da MetLife Brasil.

  Após análise, foi selecionado um parceiro segurador que apoiasse o projeto e pudesse oferecer o produto adequado. A MDS foi escolhida e também fará toda a gestão do programa para o iFood.

  “A MDS Brasil tem um papel estratégico na parceria. Avaliamos as coberturas essenciais aos entregadores do iFood, levando em conta suas necessidades o conforto da sua família e dependentes em caso de acidente. Por se tratar de um novo risco para as seguradoras, temos a missão de manter esse programa atraente para o mercado segurador”, diz Thomaz Tescaro, Vice Presidente de Retail e IT da MDS Brasil e Head Global de Inovação e Transformação Digital da MDS Group.

Curso profissionalizante (SESI São Paulo)

Outra iniciativa importante de valorização dos entregadores é a parceria inédita, assinada neste mês com o SESI São Paulo, para o desenvolvimento de uma trilha de conhecimento exclusiva com o objetivo de impulsionar a capacitação e a formação dos profissionais independentes. O conteúdo será personalizado especialmente para os parceiros de entrega cadastrados no app e seguirá o método de ensino a distância, dinâmico e interativo, permitindo o acesso às vídeo aulas por meio de qualquer plataforma digital, inclusive pelo celular.

  “Acreditamos que a educação é uma ferramenta de transformação. Queremos colaborar para profissionalizar a atividade dos entregadores e estimular o empreendedorismo no Brasil. Com o lançamento do nosso próprio curso, daremos acesso à informação para milhares de parceiros cadastrados, que poderão aperfeiçoar conhecimentos sobre comportamento, responsabilidade no trânsito, administração e finanças pessoais, por exemplo”, conta o executivo.

  A parceria, inicialmente, tem duração de dois anos, e também incluirá os futuros parceiros que forem cadastrados no decorrer dos anos na plataforma. Mais do que capacitar os entregadores, a ideia é oferecer uma ferramenta de valorização e empoderamento para que atuem de forma segura e para transformá-los em empreendedores. A novidade será lançada no início do ano e, ao concluir todos os ciclos de aprendizagem, todos os alunos receberão um certificado assinado pelo SESI São Paulo. 

iFood Delivery de Vantagens

No final de setembro, o iFood  lançou o primeiro clube de benefícios do segmento exclusivo para parceiros entregadores da plataforma – o iFood Delivery de Vantagens, que oferece descontos em diversos serviços e produtos aos usuários e familiares. O programa reúne uma gama de empresas de vários segmentos com diferentes tipos de produtos e serviços divididos nas categorias veículo, família e casa. Incluem desde assistência de saúde, manutenção de motos e bikes, artigos eletrônicos e esportivos, até cursos em faculdades. Esse último item também foi um dos mais mencionados em pesquisas realizadas com os entregadores.

  Para ter acesso ao iFood Delivery de Vantagens, os parceiros – tanto os que já atuam pela plataforma a mais tempo, como aqueles que serão validados – devem usar o botão disponível no app “iFood para Entregadores”. Desta forma, serão direcionados para a página do Programa, onde encontrarão o menu das categorias. Após o primeiro acesso, os entregadores já poderão visualizar as empresas participantes.

Visando o bem-estar dos parceiros e formas de recompensá-los por boas condutas, o iFood criou um sistema de pontos com base no valor das gorjetas recebidas e nas entregas realizadas, com limite de 14 pontos por dia. Assim, os entregadores são incentivados a atuar de forma de segura e mantendo boas práticas, tanto no trânsito como no atendimento dos consumidores.  Por exemplo, se fizeram quatro entregas que utilizam moto, os parceiros acumulam oito pontos, e com gorjetas totais no valor de R$5, somam-se mais cinco pontos.

  À medida que os parceiros acumulam os pontos, eles desbloqueiam os níveis dentro do programa, o que lhes permite ter acesso a benefícios variados. A ideia é que cada vez mais marcas e empresas passem a integrar o iFood Delivery de Vantagens, sempre trazendo novidades e agregando mais serviços para os entregadores e suas famílias.

Hub de conteúdos

O iFood  também criou um novo canal de informação voltado para os parceiros, o Portal do Entregador (https://entregador.ifood.com.br). Com a novidade, os entregadores passam a ter fácil acesso ao  Guia Prático, que traz informações sobre o app “iFood para Entregadores” e esclarece as dúvidas mais comuns como cadastro, repasse e outras informações utéis na hora de fazer entrega.  Além disso, o Portal inclui dicas de segurança, saúde e finanças pessoais.

“Nosso objetivo é tornar esse espaço uma referência de conteúdo, tanto para os entregadores quanto para as demais pessoas que buscam informações sobre esse universo. Além disso, há uma seção especial chamada ‘Fala, Entregador’, para compartilhar as histórias enviadas pelos próprios parceiros”, finaliza Roberto Gandolfo.

 

Sobre o iFood

O iFood, uma das mais inovadoras foodtechs do mundo e líder em delivery online de comida na América Latina, tem 20 milhões de pedidos mensais. Há oito anos no mercado, a empresa de origem brasileira está presente também no México e Colômbia. Atua junto aos parceiros com iniciativas que reúnem inteligência de negócio e soluções de gestão para os mais de 100 mil restaurantes cadastrados em 662 cidades em todo o Brasil. O iFood conta com importantes investidores, como a Movile – líder global em marketplaces móveis – e a Just Eat – uma das maiores empresas de pedidos on-line do mundo. 

Atua no ramo de Construção Civil? Saiba como proteger o seu negócio

Atua no ramo de Construção Civil? Saiba como proteger o seu negócio

Conforme esperado, 2019 tem sido o ano destinado a reposicionar a Construção Civil entre os principais setores da economia brasileira. Responsável por cerca de 6% do PIB nacional, o segmento tem respondido positivamente às expectativas de crescimento do mercado: de acordo com a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), o primeiro trimestre registrou avanço de 9,7% nas vendas e de 4% nos lançamentos residenciais. Além disso, o levantamento Sondagem Indústria da Construção, feito pela mesma entidade em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI),  também apontou que a expectativa para novos empreendimentos do ramo girava em torno de 53% no mês de outubro – 3% a mais que o registrado no mesmo período do ano anterior.

Mas, apesar das perspectivas positivas e do consequente aumento da confiança por parte dos investidores e executivos, vale lembrar que é preciso ter cautela para “surfar na onda” de crescimento do setor. “Empreendimentos imobiliários em geral envolvem esforços, estratégias e, principalmente, movimentações financeiras de alta magnitude. Desta forma, é indispensável contar com respaldos e garantias apropriadas antes de investir em negócios dessa natureza”, explica o  Diretor de Linhas Financeiras da MDS Brasil, Leandro Freitas. Neste contexto, o Seguro Garantia é uma das especialidades mais procuradas.

 

O que é e como funciona

“Este seguro é um instrumento desenvolvido para assegurar uma obrigação contratual. Por norma, ele garante ao segurado todo o suporte necessário em caso de falta nas obrigações previstas em contrato ou processuais. Por essa razão, adquirir esta solução é altamente recomendável para empresas do setor”, explica Freitas.

O Seguro Garantia envolve três partes contratantes: segurado, seguradora e tomador da obrigação. Uma vez que sua contratação é solicitada, os três protagonistas são envolvidos no passo a passo a seguir:

  1. Análise cadastral: levantamento feito por parte da seguradora para avaliar os riscos que envolvem o tomador.
  2. Negociação das condições para contratação: fase destinada à discussão dos limites e taxas e à criação de um contrato de contragarantias. Este contrato assegura o direito de regresso da seguradora contra o tomador.
  3. Emissão das apólices: Trato feito! Após a finalização de todas as medidas anteriores, a seguradora está apta a emitir as apólices em favor do segurado e garantir a ele as obrigações assumidas pelo contrato ou processo. 

 

Principais vantagens

  • Balanço financeiro protegido: o Seguro Garantia pode liberar linha de crédito, evitando a necessidade de utilização de aportes em dinheiro ou linhas emitidas por entidades bancárias;
  • Custos menores que as demais modalidades de garantia: a nível de taxas, o produto é mais acessível do que outras opções existentes no mercado, tais como carta fiança ou caução;
  • Taylor made: nossa apólice é criada de acordo com as necessidades do cliente.

Agora que você já conhece a importância do Seguro Garantia para a Construção Civil, que tal incorporar esta solução à sua estratégia corporativa? Fale conosco para saber mais, e curta também as nossas páginas no Facebook, LinkedIn e Instagram  para manter-se sempre atualizado! 

Brokerslink Conference: tradição em debates e tendências que marcam a Gestão de Risco

Brokerslink Conference: tradição em debates e tendências que marcam a Gestão de Risco

Conheça detalhes da edição 2019, que celebra os 15 anos da Brokerslink, e relembre as discussões apresentadas nas versões anteriores

 

Transformação digital, internet das coisas, leis de proteção de dados, transposição de barreiras geográficas, constantes alterações no cenário político e econômico, mudanças nos hábitos dos consumidores. Esses são alguns dos fatores que permeiam o mundo contemporâneo. Do ponto de vista empresarial, quais os impactos de fatores como estes nos negócios, finanças, reputação e relacionamento com clientes? Quais os riscos que este contexto – em constante movimento – representa para as companhias?

As soluções de Gestão de Risco existem justamente para analisar, gerenciar e mitigar eventuais ameaças derivadas destes âmbito e capazes prejudicar empresas. Entretanto, manter-se atualizado em relação a regras, normas e práticas não deixa de ser um desafio inerente ao mundo globalizado. Logo, a Brokerslink Conference nasceu justamente para atender a estas e outras necessidades.

A conferência abraça a missão de unir os principais representantes do segmento de Gestão de Risco e áreas correlatas em uma mesma atmosfera de discussão. “A cada ano, o evento reúne um número maior de participantes, oriundos de várias partes do mundo, incluindo corretores de varejo, especializados em segmentos específicos e em resseguros, além de empresas de consultoria de risco e gerentes de risco. O objetivo do encontro é discutir tendências importantes, desafios e inovações que impactam a comunidade de seguros e o gerenciamento de riscos”, destaca José Manuel Dias da Fonseca, Chairman da organização, CEO do Grupo MDS e anfitrião do evento.

 

Overview da programação: Brokerslink 2019 Conference

Realizada na nova sede do Crédit Agricole d’Aquitaine, em Bordeaux, a edição 2019 do encontro marca o 15º aniversário da Brokerslink. A convenção se estende por três dias e espera receber mais de 330 profissionais vindos de cerca de 82 países. Reunidos, os participantes integraram debates sobre as mudanças ocasionadas pela indústria 4.0 e as adaptações necessárias para satisfazer as demandas dos consumidores que vivenciam este contexto. 

Na noite anterior ao início oficial da conferência, o coquetel oferecido pela Zurich na La Cité du Vin, um local destinado a exposições e seminários voltados à temática do vinho, deu início às trocas de informações entre os presentes. Ontem, após a solenidade de abertura e os updates da companhia terem sido conduzidos, respectivamente, pelo Presidente do evento, Grégory Allard, e por José Manuel, os principais assuntos abordados foram, em sua maioria, direcionados a parceiros e afiliados.

Entre as principais atividades do dia destaca-se a apresentação sobre o crescimento de Brokerslink através do continente africano, ministrada pelo gerente regional de África, Tiago Mora, e também o painel “The New North America”, apresentado pelo CEO da MDS Brasil e novo Americas Regional Manager, Ariel Couto. Neste, o executivo apresentou as perspectivas e desafios que tem em mente para o desenvolvimento da região. Na sequência, sid Garcia, Chairman da Trinity Insurance Brokers, dedicou-se a apresentar os três novos afiliados da rede na Asia-PAC, e o Regional Manager Europe, Christos Gavriel, introduziu os novos afiliados do continente. O dia se encerrou com o Risk Managers Forum, moderado pelo Risk Manager Pierre Sonigo e por Jorge Luzzi, Executive President da RCG. Por fim, os participantes foram encaminhados a um jantar de networking.

A sexta-feira trouxe abordagens mais abrangentes a todo o mercado de seguros e gestão de risco. Thomas Buberl, CEO mundial da AXA, aborda o tema “Como o seguro pode ajudar e preparar a sociedade para riscos globais?”; Michael Morrissey, presidente e CEO do International Insurance Society (IIS), fala sobre “Insurance 4.0”; e Lauren Bailey, Head Global de Entretenimento da Allianz, convida os presentes a refletirem sobre os riscos da indústria de Entretenimento por meio da provocação “O entretenimento é arriscado?”. 

A programação segue com o CEO da BGC Insurance Broker, Steven Hearn, e o Global Head of Business Development do Lloyd’s, Umron Ahmed, juntos no diálogo “London Calling”,  voltado ao mercado britânico. Na sequência, o dia reserva ainda uma mesa redonda com risk managers e o painel “Os desafios da longevidade e os impactos no seguro saúde”, conduzido por nomes como Humphrey Cuzner, da Allianz Care; Jean-Louis Etienne, doutor e cientista; e Maria Carmo-Fonseca, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa & President e do Instituto de Medicina Molecular (IMM). Finalmente, para o fechamento com chave de ouro, o tão esperado anúncio do país anfitrião da edição 2020 da conferência será realizado e, em seguida, brindado no famoso Gala Dinner do encontro.

 

Raio-X das edições anteriores 

Cada edição da Brokerslink Conference é extremamente alinhada aos acontecimentos mundiais que a permeiam. Não por acaso, a versão 2017, realizada em Marrakesh, trouxe à pauta assuntos como o impacto do Brexit no mercado internacional – temática que, à época, trouxe à tona questionamentos políticos, comerciais e socioeconômicos relevantes para as seguradoras. A importância das redes sociais também esteve entre os painéis, uma vez que tais plataformas já atuam como meios de informação, compra e venda. A preocupação com eventos extremos – tais como alterações climáticas, desastres naturais, conflitos entre estados, migração, cyber ataques e terrorismo – também foram apresentados como pontos de atenção sob o ponto de vista da Gestão de Risco. 

Em 2018, Hong Kong foi a cidade anfitriã e o palco de plenárias como “Oportunidades e desafios apresentados pela Iniciativa Belt and Road”; “A relação entre a China e a economia global”; “Iluminação para Macau” (após o Tufão que atingiu a cidade); “Blockchain”; “Indústria de luxo”, entre outros. 

Como esperado, esta edição está gerando insights e boas práticas que transcendem barreiras geográficas e devem passar a reger as decisões e os negócios futuros do mercado de risco. E por falar em negócios, o encontro traz consigo a proposta de funcionar como um hub de novas parcerias capazes de gerar produtos, serviços e soluções cada vez mais globalizadas aos clientes. Para saber mais e obter acesso a conteúdos exclusivos em primeira mão, continue acompanhando a MDS Brasil no Facebook, LinkedIn e Instagram e siga também as redes sociais e o blog da jornalista Denise Bueno, que viajou a nosso convite para cobrir o evento.

OUTUBRO ROSA

OUTUBRO ROSA

O movimento Outubro Rosa tem o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama e conscientizar sobre a doença, proporcionando maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento, e assim contribuir para a redução da mortalidade.

 O QUE É CÂNCER DE MAMA?

O câncer de mama é uma doença causada por uma multiplicação desordenada de células da mama, causando o aumento de células anormais, formando o tumor.

FATORES DE RISCO DO CÂNCER DE MAMA

  • Idade acima de 50 anos
  • Obesidade e sobrepeso após menopausa
  • Sedentarismo
  • Consumo de bebida alcoólica
  • Uso de contraceptivos hormonais (estrogênio-progesterona)
  • Histórico familiar de câncer de mama na família

SINAIS E SINTOMAS

  • Caroço/nódulo na mama, geralmente indolor
  • Alterações no mamilo
  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja
  • Pequenos nódulos na região embaixo dos braços/axilas ou no pescoço
  • Saída de líquido anormal das mamas

Essas alterações precisam ser investigadas o quanto antes.

Mas lembre-se: NÃO NECESSARIAMENTE SIGNIFICAM CÂNCER DE MAMA. Por esse motivo, mantenha consultas regulares com seu médico

PREVENÇÃO

Segundo o Instituto de Nacional de Câncer (INCA), cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis.

  • Praticar atividade física
  • Ter uma alimentação saudável
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas
  • Amamentar

Toda mulher, independentemente da idade, deve ser estimulada a conhecer seu corpo para saber o que é e o que não é normal em suas mamas. A maioria dos diagnósticos de câncer de mama são descobertos pelas próprias mulheres.

Se tocar e se conhecer para saber identificar qualquer anormalidade que venha aparecer, é primordial.

É tempo de se informar, prevenir e cuidar!

 

Fontes:

https://www.inca.gov.br/noticias/ministerio-da-saude-promove-live-em-comemoracao-ao-outubro-rosa

http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a-z/cancer-de-mama

Adequação de plano de saúde: um caso real e efetivo

Adequação de plano de saúde: um caso real e efetivo

Optar por um plano de saúde que reúna eficiência, satisfação dos colaboradores e administração otimizada é um dos grandes desafios das áreas de Recursos Humanos das empresas. Não por acaso, falamos sobre diversas opções para adequação de planos em um de nossos posts anteriores. Mas chegou a hora de comprovar – por meio de resultados efetivos – que nossas dicas preciosas podem se transformar em grandes resultados quando alinhadas e implementadas junto à consultoria de uma empresa especializada em Gestão de Benefícios Corporativos. Quer saber como? Confira:

 

Do redesenho à migração: um case de sucesso em três fases

A necessidade de redução de custos diagnosticada pela MDS junto a um grande cliente do ramo de Atendimento colocou em pauta a reavaliação dos planos de saúde oferecidos aos colaboradores. Após apresentação dos indicadores e resultados dos contratos, os executivos da empresa identificaram que o valor pago pelo benefício assistência médica disponibilizado aos funcionários estava acima do orçamento da companhia. A partir desta necessidade, as áreas de Gestão de Benefícios e Relacionamento da MDS mapearam as próximas etapas a fim de atingir aos objetivos esperados.

Primeira fase: redesenho

“Após avaliação, optamos por focar na estratégia de Reenquadramento dos benefícios, Redesenho e Auditoria. Em poucas palavras, trata-se de uma espécie de pacote de readequação que, neste caso específico, envolveu estudo e desenvolvimento de produtos específicos junto ao mercado, revisão das políticas de coparticipação, contribuição, reembolso e elegibilidade”, explica Filipe Nicodemos, Diretor de Relacionamento da área de Benefícios. “Um exemplo das ações realizadas foi o estabelecimento de um critério para disponibilização da cobertura do plano com obstetrícia – um dos serviços mais frequentemente utilizados na apólice”, completa o executivo. E o método foi certeiro: a análise minuciosa dos perfis ajudou a coibir casos de má utilização, ajustou as coberturas a formatos mais apropriados e trouxe à empresa um saving de R$ 16,5MM ao ano.

Segunda fase: negociação de reajuste

Nos meses seguintes, o cliente reportou que, apesar da economia ocasionada pela estratégia anterior, os gastos com assistência médica ainda não estavam equilibrados quando comparados às demais despesas administrativas da empresa. As ações implantadas anteriormente tiveram um sucesso significativo, no entanto, o reajuste projetado para o período seguinte apontava para um patamar não tão saudável para o budget corporativo. “A partir dessa sinalização, nossa equipe se respaldou no bom relacionamento com as seguradoras parceiras e no estudo aprofundado das características financeiras do contrato vigente”, enfatiza Filipe. Foi possível negociar custos e condições que chegariam a reduzir ¼ dos gastos com o plano, mesmo assim, a redução não foi considerada suficiente pelo cliente – o que nos leva à próxima fase.

Terceira fase: migração para outra operadora

A terceira e última fase do case é considerada um dos últimos recursos para resolver problemas relacionados a planos de saúde: a troca. Tal medida costuma ser escolhida quando as demais estratégias de manutenção e readequação não são capazes de reverter questões-chave, como satisfação interna, qualidade dos serviços e custo-benefício à altura. 

Complexa, porém eficiente, esta medida coloca em prática duas dicas abordadas no post anterior sobre o mesmo assunto: estar atento à relação custo versus qualidade e pesquisar, de forma aprofundada, as operadoras do mercado a fim de avaliar quais delas são realmente aderentes às demandas da empresa contratante. Por se tratar de um trabalho que envolve análise, poder de negociação, domínio do mercado e, principalmente, conhecimento técnico de produtos, a migração para outra operadora tende a atingir mais sucesso quando tocada com o apoio de uma consultoria especializada em Gestão de Benefícios. “Por essa razão, esta etapa também foi conduzida por nós. À frente da pesquisa e mediação das partes envolvidas, nossos profissionais trouxeram ao cliente a opção mais condizente com sua nova realidade. O resultado foi a transição para um novo plano com coberturas satisfatórias, gestão organizada e o principal: um saving de R$ 19, 1MM  – número superior ao atingido nas etapas anteriores”, reitera Filipe.

Ainda tem dúvidas de que a adequação – ou mesmo a mudança – de plano de saúde é capaz de proporcionar economia sem impactar a qualidade do benefício? Então, entre em contato conosco! Estamos preparados para apresentar nossas soluções direcionadas ao tema. E não deixe de nos acompanhar no Facebook, LinkedIn e Instagram para ficar a par das novidades.

RC Eventos: por que contratar?

RC Eventos: por que contratar?

Festas, shows, confraternizações, casamentos, formaturas e até mesmo grandes festivais e feiras – essas são algumas das modalidades responsáveis por fazer com que o mercado brasileiro de eventos entre em ascensão. E este fato é comprovado por números: segundo levantamento da Associação Brasileira de Empresas de Eventos (Abeoc) repercutido pelo portal Brasilturis, em 2019, a expectativa de crescimento para o setor gira em torno de 14%. Vale considerar que, em 2018, o segmento de eventos corporativos chegou a movimentar cerca de R$ 210 milhões, enquanto o de eventos sociais chegou a R$ 16 bilhões. Juntas, as duas categorias correspondem a 4,3% do PIB brasileiro.

Entretanto, a grandiosidade dessa fatia de mercado pode se tornar proporcional aos riscos que a cercam, especialmente, quando todas as medidas de segurança cabíveis não são tomadas. Conhecida com RC Eventos, esta é uma categoria de seguro obrigatória para empresas e profissionais que atuam no setor. À primeira vista, o produto pode parecer dispensável ou facilmente substituído por uma simples reserva prévia de dinheiro ou outras forma de caução, no entanto, é preciso considerar que acidentes ocorridos durante eventos acarretam perdas que nem sempre são materiais. “Atividades dessa natureza envolvem grandes infraestruturas, alta circulação de pessoas e diversos prestadores de serviços. Logo, qualquer imprevisto ameaça a reputação da marca e dos parceiros e, principalmente, a integridade dos participantes”, explica Thiago Tristão, Vice-Presidente de Riscos Corporativos e Resseguro da MDS Brasil.

 

Como funciona

Completo, personalizável e de fácil contratação, o RC Eventos disponibilizado pela MDS oferece coberturas que vão da montagem à desmontagem do evento. Além de ter amplitude nacional, o produto cobre todas as modalidades de evento: sociais, esportivos, técnicos, promocionais, religiosos e etc. 

 A opção se destaca pela possibilidade de personalização: “Por ser feito sob medida, o produto se adapta a espaços abertos, semiabertos e fechados e compreende várias realidades a fim de garantir a continuidade dos negócios do segurado em qualquer situação”, conclui. 

 

Expertise

A MDS conta com vasta experiência no segmento de seguros de Responsabilidade Civil e já atuou em grandes eventos no País, tais como Jornada Mundial da Juventude, Jogos Olímpicos Rio 2016, Rock in Rio 30 anos, Disney Magic Run Rio de Janeiro, entre outros shows, musicais e ações esportivas. E nesse ano, a companhia passa a contabilizar mais uma parceria de sucesso: é a corretora de seguros oficial da 3° São Paulo Oktoberfest.  Nesta edição, o festival será realizado no Jockey Club de São paulo entre os dias 20 de setembro e 6 de outubro, e contará com 20.000 m2 de área ocupada, 190 horas de programação cultural e artística, espaços dedicados à culinária alemã, danças típicas, atrações musicais e parque de diversões.