DORMIR BEM, FAZ BEM!

DORMIR BEM, FAZ BEM!

DORMIR BEM, FAZ BEM!

A hora de dormir é um dos momentos mais importantes do dia, pois é neste período que o corpo repõe as energias, nossa mente é revigorada e nos preparamos para uma nova jornada.

É durante este intervalo que o corpo fortalece o sistema imunológico, libera a secreção de determinados hormônios e consolida a memória, entre outras funções de extrema importância para o funcionamento correto do organismo.

O indicado é dormir de 6 a 8 horas por dia, sem interrupções. Mas existem variações de acordo com cada indivíduo.

A falta de sono pode causar, além do conhecido cansaço no dia seguinte, fadiga, irritabilidade e lapsos de memória. A principal manifestação dos problemas crônicos é a sonolência diurna exagerada, passando por alterações do humor, da memória e das capacidades mentais, como aprendizado, raciocínio e pensamento.

DICAS PARA UMA BOA NOITE DE SONO

  1. Não exagere na alimentação antes de dormir, entretanto, é difícil dormir sentindo fome: coma algo leve antes de deitar-se
  1. Evite consumir cafeína, nicotina e álcool pelo menos 4 horas antes de ir para a cama
  1. Um padrão diário de sono é essencial: procure ir para a cama na mesma hora todas as noites e tente manter essa rotina nos finais de semana
  1. Caso não consiga dormir em 30 minutos, levante-se e procure uma atividade relaxante, como ouvir música ou ler
  1. Evite fazer anotações, utilizar o telefone celular ou assistir à TV na cama
  1. Tome um banho morno, tente relaxar e evite pensamentos desagradáveis
  1. Evite o sedentarismo: pessoas fisicamente ativas possuem uma melhor qualidade do sono
  1. Exercite-se mais cedo, pelo menos 3 horas antes de dormir 
  2. Atenção com a iluminação: geralmente, as pessoas dormem melhor em ambientes escuros
  1. Caso você tenha insônia ou dificuldade de pegar no sono, evite dormir durante o dia ou, se estiver muito cansado, procure dormir menos de 1 hora
  1. Aprenda a dominar o estresse: faça um planejamento do seu dia para diminuir o ritmo, especialmente no período próximo ao seu horário de dormir
  1. O controle do peso também é essencial para melhorar a qualidade do seu sono, pois a obesidade é um dos fatores de risco para desenvolvimento de apneia obstrutiva

SOBRE OS DISTÚRBIOS DO SONO

Insônia

É a dificuldade de iniciar o sono, mantê-lo continuamente durante a noite ou o despertar antes do horário desejado. Estes episódios de insônia podem estar relacionados a vários fatores, e são bastante individuais: expectativas, problemas clínicos e excitação associada a determinados eventos.

Apneia obstrutiva do sono

É a interrupção da respiração pelo fechamento da passagem do ar na garganta. Ocorre um colabamento das paredes da faringe, geralmente enquanto a pessoa está dormindo. Este fechamento pode demorar vários segundos e a pessoa só volta a respirar quando um reflexo do organismo força a reabertura da passagem do ar.

Ronco

O tônus muscular do pescoço e da faringe diminui durante o sono e com isso ocorre um estreitamento da faringe e a passagem do ar inspirado se faz a uma velocidade maior, o que leva a uma vibração maior dos tecidos (palato mole, úvula, língua etc.), gerando o ruído que conhecemos como ronco. Além de prejudicar a qualidade do sono, ao longo do tempo, o indivíduo que ronca pode ficar hipertenso e/ou apresentar infarto do miocárdio ou derrame cerebral.