Blog : Seguro de Crédito

Seguro de Crédito: como funciona e os benefícios fiscais no Brasil

Seguro de Crédito: como funciona e os benefícios fiscais no Brasil

A crise econômica no País certamente gerou uma preocupação no mercado e, por isso, o seguro de crédito tornou-se uma proteção para o planejamento financeiro das empresas em caso de inadimplência por parte de seus clientes. Essa modalidade é adaptada ao porte, setor e necessidades de cada negócio e combina informações e proteções para reduzir os riscos.

“Além da blindagem inerente ao próprio produto e aos inadimplementos das vendas feitas a crédito, o seguro permite em muitos casos a alavancagem dessas vendas, bem como evitar acúmulo na conta de PDD (provisões para devedores duvidosos), o que influencia diretamente na ratting da companhia perante as instituições financeiras”, afirma Leandro Freitas, Gerente de Riscos Financeiros da MDS. Além disso, essa modalidade possibilita o monitoramento dos clientes.

Esse tipo de seguro chegou ao Brasil com as multinacionais, em 1998, como forma de proteção contra possíveis calotes. Além dessa segurança, o gerente de riscos financeiros ressalta que o seguro traz benefícios fiscais. “As empresas que optam pelo regime de tributação pelo lucro real incluem como despesa dedutível da base de cálculo do Imposto de Renda o pagamento dos prêmios referentes ao seguro.”

A modalidade pode ser contratada para vendas a prazo no mercado interno e para operações financiadas de exportação, ou seja, para empresas que não conhecem seus novos clientes no exterior ou varejistas que querem proteger parte dos recebíveis. O valor das apólices é determinado com base no faturamento do negócio, sua cartela de clientes, segmento de atuação e na análise de risco de mercado. “O inadimplemento é a principal motivação, mas a alavancagem de vendas a crédito também pode ser levada em consideração na hora da contratação”, explica Freitas. Isso porque as empresas ganham confiança para oferecer mais créditos aos clientes, além de ser uma ferramenta comercial estratégica, ao ampliar o potencial de vendas com redução de riscos.

Como funciona o seguro na prática

O Gerente de Riscos Financeiros da MDS exemplifica como seria a atuação do seguro de crédito em uma empresa que tem um caso de inadimplência. “Ao ser acionado o sinistro, a seguradora terá normalmente 120 dias para tentar obter o pagamento. Se não obtiver sucesso, indenizará o cliente do percentual de cobertura da venda combinado. Caso a empresa (compradora/risco) entre em falência ou similar, a seguradora fará o pagamento imediato. Se a seguradora realizar a indenização no percentual combinado, mas conseguir recuperar a totalidade ou com juros, ela fará o pagamento da diferença ao cliente.”

DENIS TEIXEIRA: SEGURO DE CRÉDITO, PROTEÇÃO CONTRA A INADIMPLÊNCIA

DENIS TEIXEIRA: SEGURO DE CRÉDITO, PROTEÇÃO CONTRA A INADIMPLÊNCIA

O cenário de crise política e econômica traz mais do que situações desafiadoras. Ele proporciona oportunidades de inovar, mudar comportamentos e encontrar novas soluções. Uma das dificuldades vividas pelas empresas atualmente é o aumento da inadimplência. Segundo uma pesquisa realizada pela CNC (Confederação Nacional do Comércio), a fatia de endividados com débitos em atraso atingiu 24,1% em abril, o maior percentual desde setembro do ano passado.  

 

Diante desse quadro, de modo geral, as empresas precisam reforçar seus sistemas e controles internos para liberação do crédito e torna-se necessário encontrar fatores de proteção, como o seguro de crédito, que fornece uma rede de segurança para ativos a receber. No caso de inadimplência, a empresa é indenizada e evita colocar em risco a perda de sua carteira. Pode ser adaptado ao porte, setor e necessidades de negócios de cada cliente.

 

Essa modalidade de seguro é recente no Brasil. Chegou por aqui em 1998 por multinacionais que sentiam a necessidade de se prevenir contra possíveis calotes. Outra preocupação era o efeito dominó que a falta de pagamento causaria no mercado em geral. Quando a empresa deixa de receber, ela consequentemente deixa de pagar, criando um ciclo de inadimplência e contaminando o mercado.

 

O seguro de crédito é uma ferramenta poderosa que evita sérios problemas e pode ser adaptada a cada tipo de empresa, combinando as informações e proteções necessárias. Torna-se ainda mais interessante considerando que entre 30% e 40% dos ativos da companhia são recebíveis. Além disso, o fator de proteção ajuda a incrementar o valor da empresa no mercado. O mais importante, no entanto, é a garantia de sobrevivência do seu negócio diante do possível agravamento da crise e da desestruturação do mercado econômico.

 

Hoje, a MDS Insure Brasil oferece maior segurança a seus clientes por meio da nossa equipe especializada que é altamente preparada para apresentar soluções específicas e estruturadas.