Atenção primária para os funcionários e tecnologia são aliados dos gestores de saúde

Atenção primária para os funcionários e tecnologia são aliados dos gestores de saúde

Atenção primária para os funcionários e tecnologia são aliados dos gestores de saúde

Segundo a MDS Brasil, empresas que investirem agora em gestão de riscos na saúde serão pioneiras e aumentarão produtividade

Despertar o interesse das empresas para a gestão do risco na saúde é o desafio do time de Gustavo Quintão, diretor de Benefícios Corporativos da MDS Brasil. Segundo o executivo, além da preocupação com a saúde de seus funcionários, as empresas precisam estar atentas ao crescimento dos custos de saúde: em 2014, o aumento foi de 7% e a projeção para 2034 aponta para 25% acima da inflação.

“A área de gestão da saúde está passando por um amadurecimento, uma evolução. A visão integrada, suportada por uma equipe multidisciplinar trazendo o olhar do gestor de risco, da área financeira, de recursos humanos e médica permitirá que as empresas saiam na frente em competitividade”, reforça Quintão.

Com a expertise de desenhar cenários, entendendo os fatores que compõem os custos de gestão de saúde para as operadores e empresas, a MDS Brasil recomenda o investimento na manutenção primária dos seus funcionários, associando tecnologia e inteligência artificial disponíveis a uma robusta base de dados. “Já é possível explorar combinações a partir da análise de uma enorme quantidade de dados e assim proporcionar a predição de casos graves e de complicações de doenças crônicas, evitando futuros sinistros”, disse Gustavo Quintão em palestra realizada durante a XII Edição do Seminário de Gerência de Riscos e Seguros. O evento realizado pela ABGR (Associação Brasileira de Gerência de Riscos), ocorreu nos dias 22 e 23 de agosto em São Paulo.

Fonte: www.segs.com.br