Blog :

Seguro Auto: como garantir a melhor apólice?

Seguro Auto: como garantir a melhor apólice?

Ter um carro no Brasil já se transformou praticamente em sinônimo de seguro auto. Atualmente 25% da frota nacional de veículos possuem uma apólice. O valor varia muito,  não somente por causa da seguradora escolhida, mas também pelo modelo do carro, a cobertura e até mesmo pelo perfil de quem vai dirigir.

 

Muita gente não sabe, mas o valor do seguro é influenciado diretamente pela idade, sexo e CEP do condutor. Por isso, a MDS traz aqui algumas dicas valiosas que podem te ajudar na hora de contratar sua nova apólice. Confira:

 

1 – Consulte seu corretor de seguros. Toda venda de apólice tem que passar por ele.  O corretor é, acima de tudo, o expert na área, sendo a pessoa mais adequada para indicar o melhor plano e seguradora para suas necessidades.

2 – Pesquise sobre a seguradora escolhida.  Os preços podem variar até 100% de uma empresa para outra, por isso, com a ajuda do corretor, cote a cobertura em diversas seguradoras e verifique qual oferece o melhor valor na relação custo x benefício.

3 – Seja sincero no formulário. Sabemos que o valor pode mudar de acordo com o perfil do cliente, no entanto, informações incorretas podem significar problemas na hora do pagamento do sinistro, e até mesmo a perda do direito ao seguro.

4 – Contrate somente o que irá precisar. Atualmente, as seguradoras possuem diversas coberturas extras que vão desde conserto de eletrodomésticos e encanador, até táxi ou transporte alternativo para o segurado continuar sua jornada, em caso de pane ou sinistro do veículo. Por isso, veja o que realmente precisa, pois essas facilidades também influenciam no valor final da apólice.

5 – Danos a terceiros. Essa cobertura é opcional, mas altamente recomendada, pois cobre danos materiais ou corporais involuntários causados a terceiros pelo veículo segurado.  Ela protege o usuário de possíveis prejuízos financeiros.

6 – Carro na garagem. Não adianta, o fato de o seu veículo estar estacionado em uma garagem e não na rua interfere  no valor da apólice. Por isso, sempre que possível guarde seu carro. Algumas seguradoras chegam até a oferecer descontos em estacionamentos, então além de economizar no seguro, você também economiza na apólice.

7 – Seja um bom motorista. Poucos têm conhecimento, mas caso o sinistro ocorra quando o condutor estiver sob efeitos do álcool, calmantes, drogas ou até mesmo com a documentação irregular, todos os direitos adquiridos na apólice são perdidos. Além disso, atualmente algumas seguradoras oferecem descontos aos motoristas que não possuem pontos na CNH.

8 – Alarmes e rastreadores. O fato de o automóvel possuir dispositivos antifurto, além de trazer mais segurança para o segurador, também ajudará na queda do valor do seguro, pois as empresas oferecem descontos para quem os possui.

 

Riscos cibernéticos crescem cada vez mais, e o Brasil está na lista de países mais suscetíveis

Riscos cibernéticos crescem cada vez mais, e o Brasil está na lista de países mais suscetíveis

Reportagem do jornal DCI analisa o crescimento da ação de hackers no país.

 

Nas últimas décadas o avanço dos chamados cibercrimes se tornou realidade no mundo todo e o Brasil não foge à regra. De acordo com reportagem publicada pelo jornal DCI, no ano passado esse tipo de delito causou um rombo de R$ 1,8 bilhão somente no sistema bancário. O Brasil está na lista dos países mais suscetíveis a ataques cibernético. A legislação é insuficiente, a repressão é branda e os hackers têm procedimentos cada vez mais elaborados, incentivados pela comunicação suscetíveis.

O aumento nos riscos faz com que o mercado de seguros se volte para essa realidade com a intenção de oferecer soluções. A busca por apólices com proteção contra ataques cibernéticos pode crescer até 50% em 2016, na avaliação do diretor da MDS Insure, Jacques Goldenberg. Ele ressalta que embora a cultura de prevenção ainda seja tímida no Brasil, a tendência é de que o assunto atraia cada vez mais atenção: “Ainda não tivemos sinistros a serem regulados. Mesmo assim, a preocupação com a segurança da informação é constante, visto que os métodos de violação desenvolvidos pelos hackers evoluem na mesma velocidade em que novas tecnologias de segurança são lançadas.”

A matéria publicada pelo DCI informa ainda que o uso de celulares para transações bancárias, a exposição em redes sociais e a falta de cuidado em sites suspeitos são comportamentos que facilitam a vida dos crimininosos. Mas além dos cuidados que cada cidadão deve ter, é preciso chegar a um consenso quanto à punição desses crimes. Apesar de existirem três projetos de lei sobre proteção de dados em tramitação, não há perspectiva de que nenhum deles seja aprovado ainda este ano.

MDS Insure participa do XI Seminário Internacional de Gerência de Riscos da ABGR

MDS Insure participa do XI Seminário Internacional de Gerência de Riscos da ABGR

A consolidação do mercado segurador e temas como a crise hídrica, gestão de saúde, seguros para fusões e D&O foram discutidos no XI Seminário Internacional de Gerência de Riscos e Seguros, organizado pela ABGR (Associação Brasileira de Gerência de Riscos) entre os dias 26 e 28 de outubro de 2015. Cerca de 2 mil pessoas participaram do evento, dividido em 23 painéis.

Marcando presença, a MDS Insure foi representada pelo diretor Victor Garibaldi. Ele participou da discussão sobre a gestão de risco energético, ao lado de Márcia Santos Ribeiro – especialista em seguros da Light – e Rodrigo Violaro – da Swiss Re. Os participantes ressaltaram a importância de enfrentamento integrado das questões do setor por parte dos gestores de risco, a busca por profissionais interessados em formular produtos, os riscos recorrentes e a necessidade de soluções inovadoras.

O XI Seminário Internacional de Gerência de Riscos foi tema de reportagem da revista Insurance Corp, edição de dezembro de 2016.

Para ter acesso à reportagem completa, acesse o link: http://www.insurancecorp.com.br/